Escola Vila (CE)

Escola Vila (CE)

Compartilhe

Se eu pudesse dizer o quanto eles me influenciaram como cidadão, na forma como me expresso e me sinto, diria que foi uma experiência extraordinária.”

Rodrigo Antônio
Estudante da Escola Vila

A Escola Vila, localizada em Fortaleza (CE), nasceu de um trabalho iniciado por um grupo de mães, no quintal de uma delas – a idealizadora Fátima Limaverde. A instituição escolar foi fundada em 1981, apenas com educação infantil. Em 1990, estendeu-se ao ensino fundamental.

Na Vila, a preocupação com a valorização da diversidade humana sempre foi destaque. Além da inclusão social e da presença de alunos com necessidades especiais, a escola abriu suas portas para alunos de diferentes nacionalidades, culturas e religiões. Em todas as suas práticas, a escola propõe-se a trabalhar os valores humanos, a consciência ecológica e a cidadania, buscando, assim, formar alunos capazes de assumir responsabilidade e compromisso com a busca de alternativas para a melhoria da qualidade de vida no planeta.

O projeto político-pedagógico da escola tem como referência a Pedagogia Ecossistêmica, desenvolvida ao longo de 34 anos, baseada na transdisciplinaridade e na aprendizagem significativa por meio do desenvolvimento de projetos, sempre interligando o pensar, o fazer e o sentir. Os projetos são organizados em seis temas estudados da educação infantil ao 9º ano do ensino fundamental: O Ser no Social; O Ser na Descoberta de seus Valores e suas Raízes; O Ser Natureza; O Ser na Tradição; Vigilantes do Planeta; e Construindo um Mundo Melhor. Os trabalhos culminam em apresentações para pais e comunidade e em ações coletivas, como a feira ecossolidária, cartas destinadas ao poder público, manifestações, campanhas, entre outras.

A escola também se preocupa em trabalhar as emoções e os sentimentos, especialmente por meio de atividades expressivas e artísticas, como as aulas de música, teatro, artesanato e artes plásticas, e também por meio de trabalhos de consciência corporal e meditação.

Também desenvolve a consciência ecológica por meio de vivências na Farmácia Viva, Horta, Fauna, Pomar, Jardim e de estudos sobre Saúde e Alimentação, Tecnologias Alternativas e Manutenção. Essas atividades acontecem como aplicação dos conteúdos curriculares e estão sempre integradas a eles.

A escola oportuniza ainda a vivência de hábitos de vida mais saudáveis por meio de refeições com alimentos in natura – e não industrializados –, produtos de fabricação própria, dinâmicas nutritivas e avaliação nutricional.

Clique nas abas azuis para ler mais.

1. Por que a Escola Vila é uma Escola Transformadora?

A Escola Vila oferece um ambiente que permite o desenvolvimento integral da criança, considerando aspectos não somente intelectuais, mas também sociais e emocionais. As atividades propostas permitem a interação com os outros e com problemas reais, que aproximam a criança da natureza e de questões ambientais, que oportunizam a aprendizagem pela experiência e valorizam o protagonismo e o engajamento comunitário.

A escola é transformadora pois compreende o estudante em sua totalidade, preparando-o não para situações específicas e pontuais, como provas e vestibulares, mas também para os desafios da vida. Dessa forma, ela contribui para a formação de cidadãos comprometidos com a melhoria do mundo. Por meio de sua proposta pedagógica, a escola dá as condições necessárias para que os alunos sejam grandes questionadores e potenciais transformadores da realidade.

2. As práticas e as competências transformadoras

A Escola Vila, em todas as atividades que propõe aos seus alunos, estabelece, de forma bastante objetiva, que o sujeito que deseja formar é autônomo, protagonista e transformador.

A todo momento, as crianças estão em contato com seus pares e com o meio ambiente, o que favorece a compreensão além de si. Mas também sobre si, visto que, ao perceber o outro e seu entorno, a criança é estimulada a pensar sobre seus próprios quereres.

O ambiente da escola favorece o desenvolvimento de todas as competências transformadoras. Nas atividades da Fauna, por exemplo, as crianças alimentam e cuidam dos animais e, assim, constroem noções fundamentais de consciência ecológica e passam a respeitar e a valorizar as diferentes formas de vida.

A escola é uma grande comunidade, em que alunos, professores e diretoria articulam-se para dar vida ao espaço, tornando-o agradável e feliz. A cultura cooperativa é estimulada em todas as interações estabelecidas e o trabalho em equipe é parte fundamental da vida das crianças e jovens que a frequentam.

As atividades denominadas Campanha de Solidariedade, que faz parte do projeto O Ser no Social, também são fundamentais na construção do respeito e valorização ao próximo. Nessas tarefas, as crianças identificam problemas de cunho social e elaboram ações para lidar com eles.

Em todas as atividades desenvolvidas com os alunos, a escola busca incentivar o protagonismo e a autonomia. Nas atividades dos laboratórios, por exemplo, jovens e crianças são estimulados a exercer sua criatividade, imaginação e também suas habilidades manuais. O Laboratório de Manutenção proporciona vivências de técnicas de manutenção doméstica (carpintaria, instalações hidráulicas etc.), e o laboratório Farmácia Viva ensina os alunos a preparar remédios caseiros e a utilizar chás, pomadas e cremes produzidos por eles mesmos. São atividades que, acima de tudo, dão segurança e contribuem para que eles se sintam capazes de realizar e criar.

A Escola Vila está baseada em um sistema participativo, no qual a comunicação e o trabalho em equipe são os grandes pilares. Os estudantes são convidados a participar de decisões que irão interferir na dinâmica da escola e, assim como os professores e diretores, têm sua opinião considerada e respeitada.

Confira a fala da diretora Fátima Limaverde sobre o que é a Pedagogia Ecossistêmica:

Confira as fotos da Escola Vila: 

Atividades no Quintal 06

Comentários

X