• Home
  • /Notícias
  • /Programa Escolas Transformadoras reúne educadores para debate online sobre a Base Nacional Curricular
#debates
Programa Escolas Transformadoras reúne educadores para debate online sobre a Base Nacional Curricular

Programa Escolas Transformadoras reúne educadores para debate online sobre a Base Nacional Curricular

Compartilhe

2º ‘Escolas Transformadoras Debate’ convida educadores para refletir e opinar sobre as mudanças da BNCC e terá transmissão ao vivo pelo Facebook no dia 2 de maio

Em um país fortemente marcado por desigualdades educacionais, sociais, econômicas e políticas pode a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) ser um instrumento para o fortalecimento de crianças e jovens transformadores? Nos próximos três meses o documento, entregue ao Conselho Nacional de Educação, passará por audiências públicas e, depois de homologado e sancionado, passará a valer em todas as escolas brasileiras. Para debater as mudanças propostas, o Programa Escolas Transformadoras, iniciativa global da Ashoka, no Brasil, correalizada pelo Instituto Alana, realiza o 2º encontro da série ‘Escolas Transformadoras Debate’, com o tema ‘A Base Nacional Comum Curricular’.

O objetivo da conversa é promover a reflexão sobre as competências estabelecidas pela BNCC, tendo como exemplo iniciativas de duas escolas já reconhecidas pelo Programa Escolas Transformadoras. Os convidados discutirão a proposta de revisão e a elaboração dos currículos sob a perspectiva da formação integral da construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva. O debate será transmitido ao vivo, no dia 2 de maio (3ª-feira), às 19h30, e os internautas poderão enviar perguntas aos convidados.

Confirme sua presença no evento, clicando aqui!

Participam da conversa Ana Helena Altfender, superintendente do CENPEC e membro da comunidade ativadora do Programa Escolas Transformadoras e dois representantes de duas Escolas Transformadoras: Moacir Fagundes de Freitas, professor da Escola Municipal Anne Frank, de Belo Horizonte (MG) e Fátima Limaverde, fundadora e diretora da Escola Vila, de Fortaleza (CE).

Lançada em setembro de 2015, a iniciativa busca identificar equipes de escolas que cultivam em seus alunos competências transformadoras, como a empatia, a criatividade, o trabalho em equipe e o protagonismo. Quinze instituições de ensino já integram a rede no Brasil, e a identificação das escolas continuará durante os próximos anos. A comunidade global do Programa conta com mais de 270 escolas em 34 países de todos os continentes.

SERVIÇO
Escolas Transformadoras debate: A Base Nacional Comum Curricular
Data e horário: 02 de maio (3ª-feira), às 19h30 (horário de Brasília)
No dia assista ao vivo em: http://bit.ly/2mAqbAF

Comentários