O reconhecimento das escolas

Nas Escolas Transformadoras, crianças e jovens têm acesso a uma educação com sentido, que valoriza o protagonismo, a empatia, a criatividade e o trabalho em equipe como habilidades essenciais para formar sujeitos transformadores.

Confira abaixo os critérios utilizados pelo Programa para reconhecer estas escolas.

VISÃO

As Escolas Transformadoras buscam formar seus educandos como agentes de transformação. Elas podem estar apenas iniciando essa trajetória ou já estar bem avançadas nesse processo. O fundamental é que a liderança da escola esteja comprometida e alinhada a essa visão e que já tenha dado passos em direção à sua realização.

INOVAÇÃO

As Escolas Transformadoras demonstram capacidade de inovar, criando e aplicando novas ideias em educação, ao invés de apenas seguir modelos já estabelecidos. São inovadoras, sobretudo, nas formas pelas quais ensinam e cultivam as habilidades e competências transformadoras: empatia, trabalho em equipe, criatividade e protagonismo social.

INFLUÊNCIA E COLABORAÇÃO

As Escolas Transformadoras têm vocação, condições e vontade de influenciar o ecossistema da educação no Brasil, além de uma clara aspiração de liderar, de forma colaborativa, o avanço de uma visão de educação para a transformação social.

APRENDIZAGEM ATIVA

As Escolas Transformadoras enxergam os educandos como sujeitos ativos de suas aprendizagens. Posto de modo simples: eles participam das escolhas feitas dentro e fora da sala de aula.

EQUIPE TRANSFORMADORA

A equipe da escola acredita profundamente na necessidade e possibilidade de todos serem sujeitos de transformação. Sentem-se motivados a promover mudanças positivas na sociedade. É uma equipe entusiasmada para compartilhar e aprender. Nas Escolas Transformadoras, a gestão democrática, formada pela comunidade educativa (professores, funcionários, pais, educandos, parceiros). A liderança da escola e a equipe têm um pensamento inovador e uma atitude de abertura para novas ideias.

ETAPAS DO RECONHECIMENTO

1. INDICAÇÃO/PESQUISA
A escola é indicada por meio do site ou por parceiros e, então, começamos uma pesquisa das informações disponíveis na internet sobre a instituição. Levantamos alguns indícios de alinhamento com o Programa e decidimos coletivamente se vamos continuar com as seguintes etapas;

2. ENTREVISTA POR TELEFONE/SKYPE
Após a validação da primeira etapa, entramos em contato com a gestão da escola para conversar e conhecer melhor a proposta pedagógica, a partir da visão e voz de quem está dentro da escola. Após a conversa, compartilhamos com a equipe do Programa;

3. VISITA
Para observar os princípios do programa e o alinhamento com nossa visão na prática, realizamos uma visita à escola. Nesta etapa, o objetivo é conversar com grupo gestor da escola; observar algumas aulas em salas diferentes (variando também a faixa etária/ série) e a rotina escolar; observar o momento de recreio e conversar com grupos focais de alunos, professores e pais;

4. PAINEL
Esta é a última etapa do reconhecimento. Os líderes engajados no Programa da escola conversam com pessoas da comunidade ativadora (especialistas, acadêmicos, agentes de comunicação) que validam ou não a entrada da escola em nossa comunidade.